Gasparzinho: o pequeno robot social

O projeto criado por uma equipa de designers,  envolvendo o Instituto de Sistemas e Robótica  do Instituto Superior Técnico e 8 parceiros portugueses e europeus, e integrado no Programa Europeu MOnarCH (Multi-Robot Cognitive Systems Operating in Hospitals), permitiu a criação do Gasparzinho.
Anteriormente conhecido por MBOT, a pequena figura robótica procura o combate ao isolamento das crianças, estimulando a relação em grupo. “A importância é, sobretudo, contrariar a tendência do isolamento nos seus próprios jogos, nos seus próprios ‘gadgets’ individuais, que os miúdos têm e que, quanto a mim, é extremamente preocupante em termos de construção da personalidade da relação interpessoal”, salienta Filomena Pereira, Diretora da Pediatria do IPO. O projeto permite, desta forma, avaliar a relação do aparelho com as crianças e que alterações nas suas capacidades sociais daí resultam.
Não tendo todas as capacidades desejadas, o lançamento de objetos ao chão, a capacidade de interação através de jogos lúdicos, bem como de controlar as movimentações das crianças constam da lista de ambições tecnológicas avançadas para o futuro.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*