Schaeffler está no bom caminho

Schaeffler Iberia, S.L.U.
Tel.: +351 225 320 800 · Fax: +351 225 320 860
marketing.pt@schaeffler.com · www.schaeffler.pt

A Schaeffler apresentou a 09 de agosto de 2018 o relatório intermédio para o 1.º semestre, onde o volume de negócios ascende aos cerca de 7200 milhões de euros na 1.ª metade do exercício. A uma taxa de câmbio constante, o volume de negócios aumentou 5,8% durante este período e 7,9% no 2.º trimestre. O conjunto das 3 divisões e as 4 regiões contribuíram para o crescimento do volume de negócios do Grupo a uma taxa de câmbio constante. A região da Grande China reportou o maior aumento, com uma taxa de crescimento de 18,7% a uma taxa de câmbio constante. O Grupo Schaeffler gerou resultados antes de juros e impostos (EBIT) de 773 milhões de euros durante os primeiros 6 meses, e o EBIT do 2.º trimestre foi afetado por uma rubrica extraordinária de 22 milhões de euros, relacionada com os gastos de reestruturação para a integração do fornecedor interno “Bearings & Components Technologies” (BCT), anunciada a 07 de maio de 2018. Assim o EBIT antes de rubricas extraordinárias ascendeu a 795 milhões de euros, representando uma margem de EBIT antes de rubricas extraordinárias de 11,1%.

A Divisão Automotive Aftermarket aumentou o seu volume de negócios para 12,3% a uma taxa de câmbio constante durante o 2.º trimestre, gerando um volume de negócios de 925 milhões de euros nos 6 primeiros meses de 2018. A uma taxa de câmbio constante, o volume de negócios aumentou 3,6% durante o 1.º semestre. O crescimento da divisão derivou da procura no mercado aberto (independente), o Independent Aftermarket (IAM). A Divisão Industrial aumentou o seu volume de negócios para cerca de 1700 milhões de euros durante os 6 primeiros meses, subindo 10% impulsionado pela Distribuição Industrial. Em particular, o setor ferroviário, as matérias-primas, o offroad e a transmissão de potência também contribuíram isto. Durante o 1.º semestre os resultados líquidos atribuíveis aos acionistas aumentaram ligeiramente em relação ao exercício anterior, ascendendo a 509 milhões de euros, e os dividendos por ação ordinária sem direito a voto foram de 0,77 euros.

O Grupo Schaeffler mantém as suas previsões para todo o exercício de 2018 e prevê um aumento do volume de negócios de 5 a 6% a uma taxa de câmbio constante, uma margem EBIT antes de rubricas extraordinárias de 10,5 a 11,5% e um cash flow disponível antes das entradas e saídas de fundos para atividades de fusões e aquisições de aproximadamente 450 milhões de euros.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*