CENFIM: campeões mundiais de robótica

CENFIM – Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica
Tel.: +351 218 610 153 · Fax: +351 218 684 979
dgp@cenfim.pt · www.cenfim.pt

A equipa do CENFIM – Núcleo de Oliveira de Azeméis sagrou-se campeã no mundial de robótica, na categoria Rescue Maze Super Team no passado dia 07 de julho de 2019, na 23.ª edição do RoboCup, que decorreu de 2 a 8 de julho, em Sidney, Austrália. Esta edição do RoboCup contou com 3500 participantes, oriundos de 40 países e divididos por 10 ligas diferentes. Portugal esteve representado com 9 equipas (7 nas ligas júnior – até aos 19 anos e 2 nas ligas major), provenientes de diversas escolas, centros de formação e universidades portuguesas.

O Núcleo do CENFIM de Oliveira de Azeméis representou Portugal na categoria de Rescue Maze (Busca e Salvamento Júnior) na qualidade de campeões nacionais dessa mesma categoria (título obtido em abril, no Festival Nacional de Robótica, em Gondomar). Nesta categoria, a nível mundial existem 2 provas:

– a prova individual Rescue Maze, que consiste em construir e programar um pequeno robot que, munido de sensores de temperatura e câmaras, terá de percorrer, de forma totalmente autónoma, um labirinto que simula um cenário de catástrofe em busca de vítimas representadas por um material a 37ºC ou letras pré-determinadas. Quando uma vítima é detetada, o robot sinaliza e deixa cair um kit de emergência no local. A pontuação na competição é atribuída conforme o número de vítimas detetadas, o tempo de deteção e de regresso ao ponto de partida. A equipa formada pelos formandos André Amorim, Sérgio Rocha e o formador Carlos Amorim bateu-se pelos lugares cimeiros classificando-se em 7.º lugar entre 28 participantes.

– a prova Rescue Maze Super Team, em que 2 equipas, juntas por sorteio, têm 1 dia, para modificar a programação e a estrutura dos robots para superar um desafio no labirinto, que só é conhecido quando são formadas as Super Teams. A equipa portuguesa do CENFIM trabalhou com os representantes do Canadá (classificados em 24.º na competição individual). Juntos fizeram melhorias significativas no robot canadiano e as alterações necessárias no robot português, demonstrando assim grande domínio técnico das tecnologias em uso. Este trabalho traduziu-se na vitória nesta prova, sagrando-se assim Campeões do Mundo na categoria Super Team Rescue Maze.