Contrinex
Processos industriais

Processos industriais

A indústria em geral e os processos industriais em particular sofreram, ao longo dos anos, constantes evoluções que deram…

A indústria em geral e os processos industriais em particular sofreram, ao longo dos anos, constantes evoluções que deram origem a novos paradigmas que caraterizaram as diversas revoluções industriais. Durante o século dezoito (1712-1913), aproximadamente há 300 anos, com o surgimento da máquina a vapor e com as inúmeras invenções de James Watt, iniciou‑se a mecanização das fábricas, aumento da produtividade da indústria têxtil, dando origem à primeira revolução industrial.

Posteriormente, com a introdução da linha de montagem por Henry Ford em 1913, desenvolveu‑se o conceito da produção em massa, que popularizou o produto, a produção em escala, e que conduziu ao aumento da eficiência, da produtividade e à diminuição dos custos. A segunda revolução industrial massificou a produção.

Posteriormente, passados cerca de 60 anos (1913-1970), com a introdução do Autómato Lógico Programável (PLC) e do computador nos processos industriais, entramos na era da automação, dando início à terceira revolução. A introdução destes equipamentos permitiu a implantação de sistemas de controlo eletrónicos, sensores e dispositivos capazes de gerir
uma grande quantidade de variáveis de produção, a tomada de decisões de controlo de dispositivos de forma autónoma com resultados na qualidade dos produtos, no aumento da produção, na gestão dos custos e na segurança na produção. Esta terceira fase estendeu -se por cerca de 40 anos (1970-2010), inaugurando uma nova era cujo maior protagonista é a Internet, já amplamente utilizada como canal de comunicação entre pessoas, que agora está a ser transportada para o meio industrial com os seus conceitos, adaptados a máquinas e equipamentos.

A Internet encontra -se, atualmente, na indústria, no meio produtivo, pelo que devemos pensar num ambiente onde todos os equipamentos e máquinas se encontram ligadas em redes, comunicando entre elas. A visão da Industria 4.0 (quarta revolução industrial) é ainda um conceito e não uma realidade, é uma evolução dos sistemas produtivos industriais, em que a tecnologia base responsável por este conceito é o IoT – Internet of Things (Internet das Coisas) e o M2M – Machine to Machine (Máquina para Máquina). Com base nestes conceitos pretende -se reduzir custos, economizar energia, aumentar a segurança, conservar o ambiente, reduzir os erros, eliminar o desperdício, a transparência nos negócios, o aumento da qualidade de vida e a personalização e a escala sem precedentes. Por outro lado, a utilização de software industriais inovadores, de sensores inteligentes, de tecnologia RFID, de módulos GPS, de sistemas embebidos inteligentes e a descentralização e modularização dos sistemas, terá um impacto fundamental nesta nova fase, pois irá permitir a integração do planeamento, desenvolvimento e produção dos produtos e a abertura de
uma porta para a otimização holística do desenvolvimento de produtos e processos de produção.

Conceitos como Totally Integrated Automation (TIA), Digital Enterprise Platform (DEP) e a Integrated Drive Systems (IDS) para aplicações e serviços suportados em IT como a monitorização de condição dos sistemas têm contribuído para a tendência da integração de ferramentas IT nos processos produtivos. Estas ferramentas são já uma realidade.

Adriano A. Santos

O dossier Processos industriais é composto pelos seguintes artigos:

  • Sistemas avançados de produção – uma solução para a competitividade das indústrias nacionais
    • Bernardo Almada‑Lobo, Américo Azevedo, António Paulo Moreira, Pedro Amorim, Germano Veiga, INESC‑TEC
  • Liderar e gerir um setor de produção
  • Produção sustentável – integração direta de energias renováveis em processos industriais
    • Ana Magalhães, Vitor Ferreira e Ricardo Barbosa, INEGI
  • Instrumentação e controlo nos processos industriais
  • PCs industriais: sistemas para a Indústria 4.0

Para ler o dossier completo faça o download gratuito da revista “robótica” nº101. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este dossier através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

dossier

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

      De acordo com o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados, ao registar-se, receberá regularmente informações nossas, seja sobre os nossos serviços e produtos, promoções, newsletters, revistas digitais dicas de como tirar maior partido das ferramentas que disponibilizamos e ainda se habilita a participar em eventos que vamos organizando ao longo do ano.

    Outros artigos relacionados

    Translate »