Contrinex
colaborativa

Robótica colaborativa (edição 108)

O dossier “Robótica colaborativa” é composto…

Os robots colaborativos foram desenvolvidos para trabalhar lado a lado com os seres humanos de forma segura (robótica colaborativa). Estes são a evolução dos tradicionais robots industriais convencionais, completamente isolados da coabitação humana por barreiras e diretivas de segurança que tornam a sua instalação complexa, cara e com elevado espaço físico de implantação. Esta nova categoria de robots industriais veio revolucionar o mercado criando inúmeras oportunidades de aplicação devido essencialmente às suas caraterísticas inovadoras.

É, pois, com base nestas caraterísticas que se tem criado uma enorme expetativa de que o uso dos robots colaborativos cresça exponencialmente nos próximos anos, em todos os setores industriais e, não só, ao nível dos robots estáticos como dos robots colaborativos móveis. A relação de proximidade e de iteração direta com humanos, dentro de uma área de trabalho colaborativa definida, permite que robots e humanos desenvolvam simultaneamente tarefas isoladas e conjuntas, durante o ciclo produtivo. Esta colaboração, para além dos problemas sociais que possam advir da substituição do ser humano por robots, terá que se traduzir numa maior especialização e formação dos colaboradores onde os seres humanos serão parte integral do sistema produtivo e da transição da indústria tradicional para a Industria 4.0.

Com o advento da Industria 4.0 abrem-se novas portas à comunicação industrial onde as máquinas podem comunicar entre elas (M2M) funcionando como um todo. A monitorização e o controlo remoto assumem aqui um papel preponderante tornando a indústria mais flexível onde os robots, as máquinas e as pessoas monitorizam-se e são monitorizadas em tempo real.

Os robots colaborativos, quando operando conjuntamente como os humanos, apresentam-se como elementos de extrema segurança, confiança e preponderantes para a flexibilidade industrial e para a parceria humana. Esta combinação de trabalho produzido por humanos e robôs, combinará o que há de melhor em cada elemento tirando partido da capacidade cognitiva e da cooperação humana com a repetibilidade e a precisão dos robots.

Estas combinações e parcerias tornam-se de tal modo promissoras que justificam todos os investimentos realizados ao nível industrial, bem como todo o investimento no desenvolvimento de novos e mais eficientes robots colaborativos realizado pelos diversos fabricantes, dos quais se destacam entre outros a ABB (Suíça), KUKA (Alemanha), FANUC (Japão), MOTOMAN (Japão), COMAU (Itália) e a UNIVERSAL ROBOTS (EUA).

Adriano A. Santos

O dossier “Robótica colaborativa” é composto pelos seguintes artigos:

  • Robots industriais colaborativos
  • Robots móveis colaborativos na otimização da logística interna
  • Robótica guiada por visão, uma tecnologia imprescindível para a logística
  • Maximize o desempenho das suas operações com os sistemas de supervisão e telemetria do futuro
  • Especificidades da comunicação com robots

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “robótica” nº108. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

artigo dossier

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

      De acordo com o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados, ao registar-se, receberá regularmente informações nossas, seja sobre os nossos serviços e produtos, promoções, newsletters, revistas digitais dicas de como tirar maior partido das ferramentas que disponibilizamos e ainda se habilita a participar em eventos que vamos organizando ao longo do ano.

    Outros artigos relacionados

    Translate »