Contrinex
O processo industrial

O processo industrial

O conceito de processo é bastante amplo e não está apenas associado à indústria; há muitos tipos de processos em todos os domínios de actividade, quer esta seja exercida por seres humanos ou não.

Processo e variáveis do processo

De uma forma genérica, chama-se processo a um conjunto de sequências, contínuas ou discretas, que conduzem a determinados resultados.

O conceito de processo é bastante amplo e não está apenas associado à indústria; há muitos tipos de processos em todos os domínios de actividade, quer esta seja exercida por seres humanos ou não. De acordo com esta definição podem considerar-se processos jurídicos, estatísticos, biológicos, geológicos, entre outros.

O instrumentista fixará a sua atenção sobre os processos de fabrico ou processos industriais. Estes podem ser classificados em processos mecânicos, térmicos, químicos, entre outros. Um determinado processo pode ser analisado de formas bastante diferentes consoante a finalidade que se pretende: análise económica da produção, estabilidade do controlo, análise da poluição, entre outros.

Um processo industrial encontra-se quase sempre dividido em processos mais pequenos, bem definidos: os processos ou operações unitárias. Uma das formas de observar como é que o processo se encontra a decorrer, se com normalidade ou não, consiste em medir os valores de determinadas grandezas e compará-las com valores de referência. Se existirem desvios significativos deverá ser tomada alguma acção, manual ou automática. Às grandezas de carácter físico ou químico que variam com o decorrer do tempo dá-se o nome de variáveis do processo. O registo das variáveis do processo pode ser mental, manual ou automático.

Nos processos industriais atuais efetua-se um registo automático das variáveis do processo e dispõe-se de sistemas automáticos em linha que efectuam acções correctivas ou de controlo, sempre que tal seja necessário.

Exemplos de processos

São muitos os exemplos de processos que se podem apresentar, em relação aos quais interessa medir determinadas grandezas ou variáveis, físicas ou químicas. A seguir referem-se alguns deles, sem haver, no entanto, a intenção de efectuar qualquer estudo sistemático, pretendendo-se apenas indicar sumariamente alguns dos tipos de variáveis sobre as quais há necessidade de utilizar instrumentação de medida. motivando para a necessidade da instrumentação industrial nos diversos campos de aplicação.

Rui Vilela Dionísio
Departamento de Sistemas e Informática
Escola Superior de Tecnologia de Setúbal do Instituto Politécnico de Setúbal

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da revista “robótica” nº132. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Translate »