Contrinex
Grupo Schaeffler melhora a rentabilidade em 2023

Grupo Schaeffler melhora a rentabilidade em 2023

A Schaeffler AG anunciou que em 2023 volume de negócios aumentou 5,8% a uma taxa de câmbio constante.

A Schaeffler AG publicou os seus resultados para 2023. O volume de negócios do Grupo Schaeffler ascende aproximadamente a 16 300 milhões de euros para o ano (exercício anterior: 15 800 milhões de euros). O volume de negócios aumentou 5,8% a uma taxa de câmbio constante, de acordo com as previsões para 2023 [aumento do volume de negócios de 5 para 8%]. O aumento do volume de negócios a uma taxa de câmbio constante em 2023 deveu-se principalmente a volumes superiores. Os preços de venda tiveram um impacto adicional favorável no volume de negócios.

Em 2023, o Grupo Schaeffler gerou benefícios antes dos resultados financeiros e impostos (EBIT) de 834 milhões de euros (exercício anterior: 974 milhões de euros), um número que foi afetado por 353 milhões de euros) em rubricas extraordinárias. O EBIT antes de rubricas extraordinárias ascendeu a 1187 milhões de euros (exercício anterior: 1046 milhões de euros). A margem EBIT do Grupo antes de rubricas extraordinárias de 7,3% (exercício anterior: 6,6 %) cumpriu com solidez as previsões para 2023 [margem EBIT antes de efeitos especiais de 6 a 8%], apesar de um ambiente de mercado muito exigente. O aumento da margem EBIT antes de rubricas extraordinárias deveu-se principalmente ao impacto favorável dos volumes e dos preços de venda.

O cash flow disponível do Grupo Schaeffler antes das entradas e saídas de fundos para as atividades de fusões e aquisições ascendeu a um total de 421 milhões de euros (exercício anterior: 280 milhões de euros), superando as previsões para a totalidade do exercício [cash-flow disponível antes das entradas e saídas de fundos para atividades de fusões e aquisições de 300 a 400 milhões de euros]. Os lucros líquidos atribuíveis aos acionistas da empresa-mãe foram de 310 milhões de euros em 2023 (exercício anterior: 557 milhões de euros). A diminuição dos resultados líquidos deveu-se principalmente aos 313 milhões de euros de rubricas extraordinárias, atribuíveis principalmente à transação com a Vitesco Technologies Group AG, anunciada em 9 de outubro de 2023. Antes das rubricas especiais, os lucros líquidos situaram-se nos 623 milhões de € (exercício anterior: 610 milhões de euros). Com base nos lucros líquidos atribuíveis aos acionistas da empresa-mãe e sem os ajustes anteriores, os dividendos por ação ordinária sem direito de voto foram de 0,47 € (exercício anterior: 0,84 €).

Na Assembleia Geral Extraordinária realizada em 2 de fevereiro de 2024, a Schaeffler anunciou, com base nisso, que será proposto à Assembleia Geral Anual o pagamento de um dividendo de 0,45 € por ação ordinária sem direito a voto (exercício anterior: 0,45 €). Isto representa um índice de distribuição aproximado de 47,3% (exercício anterior: 48,3%) dos resultados líquidos atribuíveis aos acionistas antes de rubricas extraordinárias. A empresa anunciou ainda que o índice de distribuição anterior de 30 a 50 % dos resultados líquidos atribuíveis aos acionistas antes de rubricas extraordinárias passaria, a partir de agora, a ser de 40 a 60%.

Durante o exercício passado, o Grupo Schaeffler gerou bons resultados e continuou de forma consistente a sua transformação baseada no Roadmap 2025“, disse Klaus Rosenfeld, CEO da Schaeffler AG. “Num ambiente de mercado muito exigente, o nosso posicionamento diversificado constituiu, mais uma vez, uma vantagem competitiva. Proporemos um dividendo atrativo de 45 cêntimos à Assembleia Geral Anual para partilhar o sucesso da empresa com os nossos acionistas”.

Schaeffler Iberia, S.L.U.
Tel.: +34 934 803 410 · Fax: +34 933 729 250
marketing.pt@schaeffler.com · www.schaeffler.pt
www.facebook.com/SchaefflerGroup/
www.linkedin.com/company/schaeffler/

Translate »