Contrinex
armazéns inteligentes

Retalhistas de Hong Kong apostam em armazéns inteligentes

Os retalhistas chineses apostaram na construção de armazéns inteligentes (instalações estruturalmente adaptadas…

Os retalhistas chineses apostaram na construção de armazéns inteligentes (instalações estruturalmente adaptadas para integrarem tecnologia robótica, automação e Inteligência Artificial) com o primeiro armazém totalmente autónomo (e portanto, sem recurso a mão humana) já em funcionamento. À medida que os armazéns inteligentes provam o seu valor e fiabilidade dentro da cadeia logística, os investidores vão perdendo o ceticismo típico de quem encara com relutância a aposta económico-financeira na automação total.

Os armazéns inteligentes não se cingem à adição de tecnologia de ponta: os próprios edifícios exigem atualizações estruturais para assimilar e integrar novos equipamentos – todos esses upgrades podem elevar o custo do trabalho.

Empresas de retalho como a JD.com e a Alibaba estão a investir intensamente em tecnologia de ponta para os seus armazéns, o que torna as decisões e atualizações tecnológicas mais simples, mas para os operadores de armazéns e proprietários, a forma ideal de configurar um depósito para se adequar a todos os cantos é uma tarefa difícil.

Translate »