Contrinex
calçado

Os robots na indústria do calçado

Muitas vantagens, algumas dificuldades.

Comecei a trabalhar com robots na indústria do calçado em 1996. Durante estes 22 anos tive oportunidade de testar estes equipamentos de diversas formas, desde células robotizadas individuais até linhas de produção em série.

Ao analisar a minha experiência na utilização de robots nesta indústria e ao compará-la com outras onde também tenho projetos desenvolvidos, chego a uma conclusão interessante: a indústria do calçado é aquela que mais desafios apresenta à utilização de robots industriais.

É muito mais complexo utilizar robots no calçado do que, por exemplo, na indústria automóvel.

Um exemplo: há um ano instalei um robot numa linha de produção automóvel. Fiz o programa do robot numa manhã e desde estão esse robot continua a utilizar esse programa, dia após dia, mês após mês.

Vítor Almeida
Diretor Técnico
Tropimática, Lda

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “robótica” nº115. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »