Contrinex
Acessórios impressos em 3D no interior do automóvel

Acessórios impressos em 3D no interior do automóvel: uma realidade que poderá tornar-se tendência

O automóvel é um objeto de consumo que integra a lista de desejos de muitos cidadãos. Com a crescente utilização do automóvel, este atingiu um outro patamar de necessidades, representa muito mais do que um mero transporte, tornou-se de uso exclusivo e pessoal, como se tratasse de uma extensão do próprio condutor.

O quotidiano é difícil de conceber para muitas pessoas sem o seu uso. Consequentemente, cada vez mais, se vão integrando opções de conforto, praticidade, luxo e sofisticação dos veículos automóveis, redirecionando para conceitos e status outrora difíceis de alcançar. Cientes dos desejos dos consumidores, as construtoras de automóveis exploram as necessidades e projetam para essa satisfação e para a diferenciação. Desta forma, são analisados os mais diversos e ínfimos pormenores das necessidades da vida quotidiana e experiências do utilizador no interior do automóvel (como, por exemplo, eventuais necessidades de comer ou de beber, apoiar ou guardar objetos pessoais, tais como a carteira, os óculos e cartões, ouvir música através de dispositivos externos, carregar o telemóvel, entre outros), com vista ao desenvolvimento de soluções de projeto que satisfaçam essas necessidades.

Recentemente, a construtora Peugeot lançou uma gama de acessórios internos para o seu novo modelo 308, produzidos exclusivamente com técnicas de fabricação aditiva com material polimérico flexível, impressos tridimensionalmente usando a mais recente tecnologia de impressão 3D HP Multi Jet Fusion (MJF)1. Os acessórios apresentados (para apoiar o telemóvel, copos, latas, óculos, chaves e cartões – Figuras 1, 2, 3 e 4) resultam do esforço conjunto das equipas de Design, de Desenvolvimento de Produto e de Investigação & Desenvolvimento da Peugeot [2].

Segundo a Peugeot, no início do projeto, o objetivo dos seus designers foi criar acessórios que fossem visuais, inovadores e elaborados com materiais modernos e apelativos. A gama de acessórios foi desenvolvida após uma investigação detalhada do modo como os clientes utilizam o espaço do automóvel para armazenar objetos. Considerando os designers que os materiais tradicionais não atendiam às especificações requeridas, a equipa de “Cores e Materiais” do departamento de Design da
Peugeot trabalhou com parceiros, incluindo a HP Inc.2, Mäder Group3 e ERPRO Group4, formas de desenvolvimento de um novo material que se tornasse mais adequado.

Susana Fernandes
Coordenadora e docente do Curso Técnico Superior Profissional em Design e Inovação Industrial do Instituto Politécnico da Maia – IPMAIA
Docente na Licenciatura de Engenharia Mecânica no Instituto Superior de Engenharia do Porto – ISEP
Investigadora no LAETA – Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeronáutica – INEGI

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da revista “robótica” nº127. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: [email protected]

Outros artigos relacionados

Translate »