caudalímetro

F.Fonseca apresenta caudalímetro eletromagnético da Kobold

O novo caudalímetro MIM foi desenvolvido para medição e monitorização de caudais médios e pequenos de líquidos condutivos em tubos.

F.Fonseca, S.A.
Tel.: +351 234 303 900 · Fax: +351 234 303 910
ffonseca@ffonseca.comwww.ffonseca.com www.facebook.com/FFonseca.SA.Solucoes.de.Vanguarda

O novo caudalímetro MIM foi desenvolvido para medição e monitorização de caudais médios e pequenos de líquidos condutivos em tubos. O aparelho funciona de acordo com o princípio de medição eletromagnético. De acordo com a lei de indução magnética de Faraday, é induzida uma tensão num condutor que atravessa um campo magnético. O agente de medição com condutividade elétrica atua como o condutor em movimento. A tensão induzida no agente de medição é proporcional à velocidade do caudal e é, portanto, um valor para o caudal volumétrico. O fluido tem de ter uma condutividade mínima. No novo caudalímetro a tensão induzida é captada por dois elétrodos, os quais estão em contacto com o agente de medição, e enviada para um amplificador de medição.

O caudal será calculado com base na área da secção transversal do tubo.

A medição não depende do líquido do processo nem das suas propriedades, como a densidade, viscosidade ou temperatura. As duas saídas fornecidas podem ser configuradas para serem comutadas, analógicas ou em frequência. Também é possível selecionar uma função de dosagem, onde a saída 1 é definida como digital NPN/PNP/PP e a saída 2 é definida como entrada de controlo.

Este equipamento é indicado para diversos cenários, desde aplicações industriais a redes de distribuição de água (gestão de deteção de fugas), rega, sistemas de filtragem (ex.: osmose inversa e ultrafiltração). Assim como em tratamento de água e águas residuais.