Sem categoria

CENFIM organizou Seminário sobre Impressão 3D e Manufatura Aditiva na EMAF

No decorrer da última feira EMAF – 16.ª Feira Internacional de Máquinas, Ferramentas e Serviços para a Indústria…

No decorrer da última feira EMAF – 16.ª Feira Internacional de Máquinas, Ferramentas e Serviços para a Indústria, no Porto, que se realizou entre 23 e 26 de novembro de 2016, o CENFIM, para além de marcar a sua presença com o habitual stand institucional e com outras atividades paralelas, reforçou a sua presença neste evento através da realização de um Seminário, que decorreu durante a manhã do dia 24 de novembro no grande auditório da EXPONOR dedicado à Impressão 3D – Fabrico Aditivo. Este evento, de curta duração, procurou visar a inovação e garantiu uma interessante audiência de 165 participantes, certamente atraídos pela relevância do tema.

Para o painel, que abordou a Impressão 3D – Fabrico Aditivo, foram convidados representantes da Indústria – Carlos Novo – Diretor SOCEM IMPACT, de Fabricantes desta tecnologia, Francisco Mendes CTO da BEEVERYCREATIVE, da Academia – Jorge Lino – Professor Associado da FEUP e Investigador do INEGI e da Formação Profissional – Américo Costa do CENFIM, para partilharem, numa mesa redonda moderada por Adriano Santos – Professor do ISEP e Subdiretor da Revista “robótica”, as suas opiniões e reflexões sobre este tema cada vez mais emergente. A qualidade das abordagens e a pertinência do tema suscitaram evidente interesse na audiência, aliás confirmado pelo dinamismo do debate que ocorreu entre a mesa e a plateia na fase final da sessão.

Desde peças de avião até sapatos, passando pelo setor automóvel, agora tudo pode ser impresso. É uma revolução que terá efeitos sobre toda a cadeia industrial, desde a conceção até ao pós-venda. Será que com o tempo a impressão 3D condenará as fábricas gigantes e suas intermináveis cadeias produtivas? Sim, sem dúvidas, estamos perante uma verdadeira revolução nos processos produtivas e o nosso setor da Metalomecânica tem que estar sintonizado com esta revolução que irá ocorrer forçosamente nos processos produtivos principais da nossa indústria, dominada pelas tecnologias subtrativas (arranque de apara). Perante o tema, significante assistência e interesse por ela manifestado, mas também pela inovação e atualidade do tema abordado, mais uma vez contribuiu-se para o debate e a reflexão sobre os caminhos a percorrer, pela indústria.

http://www.cenfim.pt/

(Irá receber um email com o link de download.)

×